terça-feira, 30 de junho de 2009

ATITUDE

Para reflectir mais uma historia... ando nesta onda proque tenho que escrever sobre tanta coisa que nem sei por onde começar e copiar sempre foi mais facil!

Uma mulher acordou uma manhã após a quimioterapia, olhou-se ao espelho e percebeu que tinha somente três fios de cabelo na cabeça.- Bom (disse ela), acho que vou fazer uma trança com os meus cabelos hoje. Assim ela fez e teve um dia maravilhoso.
No dia seguinte ela acordou, olhou-se ao espelho e viu que tinha somente dois fios de cabelo na cabeça.
- Hummm (disse ela), acho que vou repartir o meu cabelo ao meio hoje. Assim ela fez e teve um dia magnífico.
No dia seguinte ela acordou, olhou-se ao espelho e percebeu que tinha apenas um fio de cabelo na cabeça.
- Bem (disse ela), hoje vou amarrar meu cabelo como um rabo de cavalo. Assim ela fez e teve um dia divertido.
No dia seguinte ela acordou, olhou no espelho e percebeu que não havia um único fio de cabelo na cabeça.
- Yeeesss... (exclamou ela), hoje não tenho que pentear o meu cabelo.


ATITUDE É TUDO!
Sê mais humano e agradável com as pessoas.

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Porque às vezes nos esquecemos de sorrir...


O SORRISO:
Não custa nada e rende muito.
Enriquece quem o recebe, sem empobrecer quem o dá.
Dura somente um instante, mas os seus efeitos perduram para sempre.
Ninguém é tão rico que dele não precise.
Ninguém é tão pobre que o não possa dar a todos.
Leva a felicidade a todos e a toda parte.
É o símbolo da amizade, da boa vontade.
É alento para os desanimados,
Repouso para os cansados,
Raio de sol para os tristes,
Ressurreição para os desesperados.
Não se compra e nem se empresta.
Nenhuma moeda do mundo pode pagar o seu valor.
Não há ninguém que precise tanto de um sorriso como aquele que já não sabe sorrir mais.

terça-feira, 23 de junho de 2009

Hoje deixo mais uma bela historia que recebi via email, posso dizer que chorei a primeira vez que li... perder alguem é sempre muito duro por mais que acreditemos na Misericórdia do Senhor temos sempre necessidade de dizer porque? senti isso quando perdi fisicamente o meu avo, fisicamente sim porque ele esta no meu coração e sei que continua a olhar por mim com as suas frases maravilhosas " o menino já sabeu" tenho a quem sair quando evento frases parvas para fazer os outros rir...
Ela deu um pulo assim que viu o cirurgião a sair da sala de operações. Perguntou:
' Como é que está o meu filho? Ele vai ficar bom? Quando é que eu posso vê-lo?'
O cirurgião respondeu:
'Tenho pena. Fizémos tudo mas o seu filho não resistiu.
Sally perguntou: 'Porque razão é que as crianças pequenas tem cancro? Será que Deus não se preocupa? Aonde estavas Tu, Deus, quando o meu filho necessitava?'
O cirurgião perguntou: 'Quer algum tempo com o seu filho? Uma das enfermeiras irá trazê-lo dentro de alguns minutos e depois será transportado para a Universidade.'
Sally pediu à enfermeira para ficar com ela enquanto se despedia do seu filho. Passou os dedos pelo cabelo ruivo do seu filho.
'Quer um caracol dele?' Perguntou a enfermeira.
Sally abanou a cabeça afirmativamente. A enfermeira cortou o cabelo e colocou-o num saco de plástico, entregando-o a Sally.
'Foi ideia do Jimmy doar o seu corpo à Universidade porque assim talvez pudesse ajudar outra pessoa', disse Sally.
No início eu disse que não, mas o Jimmy respondeu: 'Mãe, eu não vou necessitar do meu corpo depois de morrer. Talvez possa ajudar outro menino a ficar mais um dia com a sua mãe.'
Ela continuou: 'O meu Jimmy tinha um coração de ouro. Estava sempre a pensar nos outros. Sempre disposto a ajudar, se pudesse.'
Depois de aí ter passado a maior parte dos últimos seis meses, Sally saiu do 'Hospital Children?s Mercy' pela última vez. Colocou o saco com as coisas do seu filho no banco do carro ao lado dela. A viagem para casa foi muito difícil. Foi ainda mais difícil entrar na casa vazia. Levou o saco com as coisas do Jimmy, incluindo o cabelo, para o quarto do seu filho. Começou a colocar os carros e as outras coisas no quarto exactamente nos locais onde ele sempre os teve. Deitou-se na cama dele, agarrou a almofada e chorou até que adormeceu.
Era quase meia-noite quando acordou e ao lado dela estava uma carta. A carta dizia:
'Querida Mãe, Sei que vais ter muitas saudades minhas; mas não penses que me vou esquecer de ti, ou que vou deixar de te amar só porque não estou por perto para dizer 'Amo-te'. Eu vou sempre amar-te cada vez mais, Mãe, por cada dia que passe. Um dia vamos estar juntos de novo. Mas até chegar esse dia, se quiseres adoptar um menino para não ficares tão sozinha, por mim está bem. Ele pode ficar com o meu quarto e as minhas coisas para brincar. Mas se preferires uma menina, ela talvez não vá gostar das mesmas coisas que nós, rapazes, gostamos. Vais ter que comprar bonecas e outras coisas que as meninas gostam, tu sabes. Não fiques triste a pensar em mim. Este lugar é mesmo fantástico. Os avós vieram ter comigo assim que eu cheguei para mo mostrar, mas vai demorar muito tempo para eu poder ver tudo. Os anjos são mesmo fixes. Adoro vê-los a voar. E sabes uma coisa? O Jesus não parece nada como se vê nas fotos, embora quando o vi o tenha conhecido logo. Ele levou-me a visitar Deus! E sabes uma coisa? Sentei-me no colo d'Ele e falei com Ele, como se eu fosse uma pessoa importante. Foi quando lhe disse que queria escrever-te esta carta, para te dizer adeus e tudo mais. Mas eu já sabia que não era permitido. Mas sabes uma coisa Mãe? Deus entregou-me papel e a sua caneta pessoal para eu poder escrever-te esta carta. Acho que Gabriel é o anjo que te vai entregar a carta. Deus disse para eu responder a uma das perguntas que tu Lhe fizeste, 'Aonde estava Ele quando eu mais precisava ?' Deus disse que estava no mesmo sítio, tal e qual, quando o filho dele, Jesus, foi crucificado. Ele estava presente, tal e qual como está com todos os filhos dele. Mãe, só tu é que consegues ver o que eu escrevi, mais ninguém. As outras pessoas vêm este papel em branco. É mesmo fixe não é? Eu tenho que dar a caneta de volta a Deus para ele poder continuar a escrever no seu Livro da Vida. Esta noite vou jantar na mesma mesa com Jesus. Tenho a certeza que a comida vai ser boa. Estava quase a esquecer-me: já não tenho dores, o cancro já se foi embora. Ainda bem porque já não podia mais e Deus também não podia ver-me assim. Foi quando ele enviou o Anjo da Misericórdia para me vir buscar. O anjo disse que eu era uma encomenda especial! O que dizes a isto?'
Assinado com Amor de Deus, Jesus e de Mim.

segunda-feira, 22 de junho de 2009

Uma historia fantastica que recebi via mail que resolvi publicar hoje! Sabem por vezes acontece o mesmo no nosso dia a dia e não damos conta... tenho que escrever sobre a Ordenação sacerdotal do meu amigo agora Pe Antonio e sobre os Votos da Irma Lucia Maria mas ainda não arranjei as palavras certas mas fiquem com o conto hoje pode ser que o post seguinte seja sobre esse assunto!


Dois homens, ambos gravemente doentes, estavam no mesmo quarto de hospital.
Um deles podia sentar-se na sua cama durante uma hora, todas as tardes, para que os fluidos circulassem nos seus pulmões.
A sua cama estava junto da única janela do quarto.O outro homem tinha de ficar sempre deitado de costas. Os homens conversavam horas a fio. Falavam das suas mulheres, famílias, das suas casas, dos seus empregos, dos seus aeromodelos, onde tinham passado as férias...
E todas as tardes, quando o homem da cama perto da janela se sentava,passava o tempo a descrever ao seu companheiro de quarto todas as coisas que conseguia ver do lado de fora da janela.
O homem da cama do lado começou a viver à espera desses períodos de uma hora, em que o seu mundo era alargado e animado por toda a actividade e cor do mundo do lado de fora da janela.
A janela dava para um parque com um lindo lago. Patos e cisnes, chapinhavam na água enquanto as crianças brincavam com os seus barquinhos. Jovens namorados caminhavam de braços dados por entre as flores de todas as cores do arco-íris. Árvores velhas e enormes acariciavam a paisagem e uma tênue vista da silhueta da cidade podia ser vislumbrada no horizonte.Enquanto o homem da cama perto da janela descrevia isto tudo com extraordinário pormenor, o homem no outro lado do quarto fechava os seus olhos e imaginava as pitorescas cenas.
Um dia, o homem perto da janela descreveu um desfile que ia apassar: Embora o outro homem não conseguisse ouvir a banda, conseguia vê-la e ouvi-la na sua mente, enquanto o outro senhor a retratava através de palavras bastante descritivas.
Dias e semanas passaram. Uma manhã,a enfermeira chegou ao quarto trazendo água para os seus banhos, e encontrou o corpo sem vida, o homem perto da janela, que tinha falecido calmamente enquanto dormia. Ela ficou muito triste e chamou os funcionários do hospital para que levassem o corpo.Logo que lhe pareceu apropriado, o outro homem perguntou se podia ser colocado na cama perto da janela.
A enfermeira disse logo que sim e fez a troca.Depois de se certificar de que o homem estava bem instalado, a enfermeira deixou o quarto.Lentamente, e cheio de dores, o homem ergueu-se, apoiado no cotovelo, para contemplar o mundo lá fora. Fez um grande esforço e lentamente olhou para o lado de fora da janela que dava, afinal, para uma parede de tijolo!
O homem perguntou à enfermeira o que teria feito com que o seu falecido companheiro de quarto lhe tivesse descrito coisas tão maravilhosas do lado de fora da janela.
A enfermeira respondeu que o homem era cego e nem sequer conseguia ver a parede. Talvez quisesse apenas dar-lhe coragem...
Moral da História:
Há uma felicidade tremenda em fazer os outros felizes, apesar dos nossos próprios problemas.
A dor partilhada é metade da tristeza, mas a felicidade, quando partilhada, é dobrada.
Se te queres sentir rico, conta todas as coisas que tens que o dinheiro não pode comprar.
" O dia de hoje é uma dádiva, por isso é que o chamam de presente."

quinta-feira, 18 de junho de 2009

"Tolerância não significa aceitar o que se tolera"
Mahatma Gandhi
" A imaginação é mais importante que o conhecimento"

segunda-feira, 15 de junho de 2009

"Sorria e deixe os outros quererem descobrir qual é o segredo que o faz rir. "

sexta-feira, 12 de junho de 2009

Bom Dia

Senhor, do tempo e da vida,
O princípio e fim do meu viver,
em Ti acredito e a Ti confio todo o meu dia,
os passos e a orientação do meu andar,

Tu que és luz e és verdade,
dá paz e força a quem vive desanimado
e encoraja quem te sente e te busca
para contigo caminhar.

Projectos de Felicidade

Olá! nos meus afazeres aqui no estagio por vezes faço imensas pausas para ler blogs e sites... hoje li uma coisa, nada de novo é so mais um texto bem escrito sobre o assunto "projectos de felicidade" o texto é escrito por Nuno Sousa e foi retirado do Portal Cristo Jovem.

"Olá!
Esta semana venho reflectir um pouco sobre a nossa relação com Deus e experimentarmos na nossa vida o que Ele quer de nós.Em conversas com um amigo, reparamos que está realmente na hora de escolhermos, o que nos fará mais felizes por toda a nossa vida, o que nos vai fazer com que sejamos pessoas realizadas em pleno e não frustadas ao longo de toda uma vida.
Apercebemo-nos que quantas mais certezas temos sobre aquilo que poderá ser a profissão/missão de "eleição" das nossas vidas, mais dúvidas temos e que escolher também o projecto que Cristo, mais do que sermos racionais, precisamos pensar com o coração, ou seja, precisamos escolher; porque a escolha é um acto de AMOR. Bem, o quanto dificil é por vezes sermos felizes fazendo aquilo que realmente gostamos pois os verdadeiros trilhos para a nossa felicidade não são os mais fáceis por onde andar, mas também, a felicidade não é uma meta alcançável, mas um caminho que não deverá ter fim nas nossas vidas.O quanto é dificil nos entregarmos; lançarmo-nos de cabeça para algum projecto que exija que perdamos parte de nós, para ganharmos toda uma nova vida renovada. Todos nós queremos "ganhar" a nossa vida, mas na verdade estamos a perdê-la.Aprendamos a amar sem medos, a responder de forma correcta ao que Alguém nos chama. Deus chama-nos á felicidade!
Sejamos projectos de felicidade neste mundo.Sejamos uma bênção de Deus na vida das outras pessoas.
Se Jesus, (sim Jesus!), ao lavar-lhes os pés deu-lhes ainda um beijo. Porque não haveremos, nós também, sermos discipulos dos discipulos.Só quando formos suficientemente "pequenos" tal qual as crianças, perceberemos melhor como sermos felizes amando-nos uns aos outros e a Deus.
Amemo-nos a nós próprios, para que o amor que vamos dar a Deus e aos outros seja mais puro; mais fiel.
Sejamos felizes, com o projecto, com a vocação que Deus tem para cada um de nós.
Padres, freiras, Monges, médicos, policias, telefonistas, secretárias, solteiros ou constituindo familia, desde que sejamos chamados a isso o importante é sermos FELIZES AMANDO!"

segunda-feira, 8 de junho de 2009

As borboletas e o fogo

Ao tempo que não escrevo nenhuma parabola! pois hoje re-encontrei uma parabola na qual ja tinha reflectido à uns tempos.... quem me dera uma dia chegar ao fim e descobrir este Fogo!


As borboletas reuniram-se, certa noite, na ânsia de conhecerem a natureza do fogo. Diziam: «Haja alguém que nos explique como é, realmente, o fogo.»
Uma delas prontificou-se a ir ao castelo e, de longe, viu a chama da vela. Voltou e transmitiu, quanto pôde, as impressões que lhe ficaram. Mas, a borboleta rainha, que presidia à reunião, julgou-as insuficientes: «Nada sabes sobre o fogo!» - sentenciou.
Partiu uma outra borboleta, mais velha e experiente, penetrou no castelo, chegou a tocar na vela, sentiu o calor do fogo e, voltando, também deu as suas impressões.
«É pouco, muito pouco. Preciso de mais!» - exclamou a borboleta rainha.
Partiu, então, uma terceira, mais jovem, ébria do desejo de saber como seria realmente o fogo. Pousou sobre a chama, abraçou-a com as suas asas, fez-se uma só com ela até se tornar totalmente vermelha e incandescente. Quando a borboleta rainha, à distância, a viu assim totalmente transfigurada, totalmente luz e calor, disse: «Esta conseguiu saber o que queríamos. Ela é a única que nos pode dizer o que é o fogo!»

Como as borboletas, todos queremos saber o que é Deus. Não é, sem dúvida, uma questão de discursos, mas uma aventura. Não basta chegar perto d'Ele, nem mesmo tocá-Lo respeitosamente. É preciso mergulhar no Seu Ser, sentir calor, amar o Seu mistério, aceitar o Seu abraço, ter a Sua Paixão e deixar-se queimar pela Sua chama. Só quem assim procede, pode falar, incandescentemente, sobre Ele e dá-Lo a conhecer.
O que significa seguir, se não imitar? Prova disso é que Cristo sofreu por nós, deixando-nos um exemplo, como diz o Apóstolo, para que Lhe sigamos os passos (1P 2, 21).
Felizes os pobres em espírito.
Imitai Aquele que, sendo embora rico, Se fez pobre por vossa causa (2Co 8, 9).
Felizes os mansos.
Imitai Aquele que disse: aprendei de Mim, que sou manso e humilde de coração (Mt 11, 29).
Felizes os que choram.
Imitai Aquele que chorou sobre Jerusalém (Lc 19, 41).
Felizes os que têm fome e sede de justiça.
Imitai Aquele que disse: o Meu alimento é fazer a vontade dAquele que Me enviou (Jo 4, 34).
Felizes os misericordiosos.
Imitai Aquele que socorreu o homem que fora atacado pelos salteadores e que jazia à beira da estrada, desesperado e meio morto (Lc 10, 33).
Felizes os puros de coração.
Imitai Aquele que não teve pecado e em cujos lábios não se encontrou malícia (1P 2, 22).
Felizes os pacificadores.
Imitai Aquele que disse acerca dos que O perseguiam: Pai, perdoa-lhes porque não sabem o que fazem (Lc 23, 24).
Felizes os que sofrem perseguição por causa da justiça.
Imitai Aquele que sofreu por vós, deixando-vos o exemplo, para que sigais os Seus passos.
Vejo-Te, ó bom Jesus, com os olhos da fé que abriste em mim, vejo-Te gritando e dizendo, como se pregasses ao género humano: «Vinde a Mim e aprendei de Mim».
(comentário ao Evangelho segundo S. Mateus 5,1-12 por Santo Agostinho)

sexta-feira, 5 de junho de 2009

Oração mensal de Taizé


Deus eterno, mesmo se temos dificuldade em sentir a tua presença, por meio de Cristo sabemos que és amor. E acreditamos que, pelo teu Espírito Santo, tu habitas nos nossos corações. Ele é o Consolador que nos põe a caminho em direcção aos outros, sobretudo aos que são mais pobres do que nós, para que a esperança da Ressurreição renove a face da terra.

quinta-feira, 4 de junho de 2009

Fizeste-nos, Senhor, para ti, e o nosso coração anda inquieto enquanto não descansar em ti. (Santo Agostinho)





quarta-feira, 3 de junho de 2009

Eu por ti

video

aqui fica hoje uma musica que gosto muito tem uma letra muito bonita!!!

"Orar não consiste em pensar muito, mas sim em amar muito."
(Santa Terisinha)

terça-feira, 2 de junho de 2009

mudanças!!!

A pedido de “algumas familias” alterei a cor do meu blog… a desculpa era que estava muito verde… pois bem agora esta muito azul… também verdade seja dita os barcos andam no azul do mar, apesar de o verde de antes para mim ter significado de esperança… não se pode ter tudo… também faz bem mudar de vez enquando.
Mudei também a imagem do cabeçalho continua a ter o mesmo significado… pois bem sobre o significado dos barcos acho que nunca escrevi…
Porque os barcos podem se perguntar? Os barcos á vela porque navegam ao favor do vento…pois eu sou um barco que tenta andar também com o vento, este vento/sopro é o Espirito Santo, o sopro de vida e de amor.
O mar porque o caminho que por vezes é calmo mas outras tem ondas e tribulações assim é a vida com altos e baixos.
E agora mais completo com o farol porque por vezes não sei o caminho certo, nasci com o gps avariado, o farol representa Cristo aquele que me guia e ilumina a vida com a Sua luz e sempre me acompanha…
Recordo e esclareço para quem não sabe o que quer dizer o titulo do meu blog o Eu Sou, Eu Serei.. é do genero eu neste momento sou assim publico posts assim e no futuro como serei… todos dias temos coisas novas aprender por isso o titulo do eu sou, eu serei… o futuro só a Deus pertence.