domingo, 18 de fevereiro de 2007

A Boneca de Sal

Deixo aqui um conto que ouvi hoje no Encontro de Espiritualidade que tive no Carmelo do Patacão, sobre o "Cântico Espiritual" de S.João da Cruz.
Este conto vêm ao encontro de uma outra Comunhão/Matrimonio ainda maior entre a Alma e Cristo.
Posso dizer que o meu fim-de-semana foi grande no tempo mas com o mesmo tempo! Não sei se me faço entender... Mas foi muito bom! Cultivar-nos nunca fez mal nenhum a ninguem e com um tema tão interessante!
Posso dizer caros amigos e leitures que fiquei com uma enorme curiosidade de ler a obra de S.João de Cruz!
Então aqui fica o conto! Já sabem espero comentários! Também nos fazem crescer!!!



A Boneca de Sal
Era uma vez uma boneca de sal. Embora fosse de sal, nunca tinha visto o mar. Por isso, um dia, deixou a sua terra e pôs-se a caminho em direcção ao mar.
Depois de percorrer muitos quilómetros, chegou finalmente ao final da viagem. Ficou fascinada por aquela imensidão de água a perder-se no infinito. Nunca tinha visto uma coisa assim tão grandiosa. Mas seria isso o mar? Por isso, perguntou:
-Quem és tu?
Com um sorriso, o mar respondeu:
-Entra nas minhas águas e comprova-o tu mesma!
e a boneca de sal meteu-se no no mar. Mas, à medida que avançava nas águas, ia derretendo-se, até que dela nada ficou.
Mas, antes de se dissolver completamente, exclamou maravilhada:
-Agora sei quem sou!
( Anthony de Mello)

Sede de infinito

A boneca de sal tinha ânsia de conheçer o infinito.
Por isso, pôs-se a caminho em direcção ao mar imenso. Só percebeu o que é o mar quando se derreteu nele.

5 comentários:

Maria João disse...

Às vezes achamos que a nossa vida não tem sentido, mas se calhar o problema é que ainda não tomámos a iniciativa de sair e ir ao encontro da nossa missão. A missão que Deus tem guardada para nós.

beijos em Cristo

JorgeSousa disse...

A vida, efectivamente, só adquire sentido quando nos deixamos envolver pelo Absoluto (DEUS)e dissolver na Sua essência. Como a estátua de sal, nós somos feitos de uma centelha dessa essência espiritual divina, pelo que devemos diluir-nos no meio da chama Absoluta através duma entrega total aos desígnios do Senhor.

Anónimo disse...

"A Boneca de Sal"
Tendo este testo sido escrito por um Bispo já falecido, é sem duvida um dos textos mais lindos que se pode encontar no contexto Biblico. Aqui tem sem o Verdadeiro Amor em Cristo, e a prova de que nunca estamos sós, porque todas as respostas que ela ouvia, no caminho quando caía, quando encontrou um regato de água, quando chegou rio, e pensou o rio vai para o Mar e ela segue o rio, até chegar ao mar, tudo isto é prova de que nunca estava só, mas que Deus estava sempre presente e no fundo quando se derreteu ela voltou à matéria de que era feita, tal como nós, somos pó da terra e em pó nos transformamos, após a passagem da vida terrena para a vida eterna! Reflitam neste texto, deixem a avareza, o mundo de egoísmo onde só reina a hipocrisia a maldade, sejamos mais humildes e deixe-mos os bens materiais que não são essenciais e ajudemo-nos mutuamente, para que possamos houvir a voz do €spitito Santo no nosso coração, e arrependermo-nos de algo que tenhamos feito a fim de sermos como a Boneca irmos limpos de pecados para junto do senhor. Aí sim tudo faz sentido, verdade e amor.

Périto Leite disse...

isso me faz refletir sobre a questão da "morte", pq qndo na morte, tem que ir pra o ceu ou inferno!??!?! penso que isso ñ é geográfico,..., penso, que qndo o ser deixa de existir, o corpo vai para terra, e o "espírito"/consciência volta para aquele que o deu, Deus/Infinito/Absoluto...

Davi Nilo de Jesus disse...

Deus nos fascina e encanta, e dizia Santo Agostinho "O coração humano não estará tranquilo até repousar em Deus!"
Hoje fiz uma bela experiência de Deus com Salmo 138 "... de longe penetrais meu pensamento" e o Cântico Espiritual de S. João da Cruz verso 3
"Buscando meus amores,
Irei por estes montes e ribeiras,
Não colherei as flores,
nem temerei as feras,
E passarei os fortes e fronteiras."

Minha oração fez-me lembrar dessa história da Boneca de Sal e quando a procurei encontrei em seu blog, obrigado por ser instrumento de Deus hoje em minha vida.

"Ele em conhece completamente e eu o desejo com todo o meu coração e assim o busco sem temer intempéries."

Abraço Fraterno
Davi-Betel