domingo, 7 de fevereiro de 2010



Olá a todos! Bem hoje faz 6 anos, como o tempo passa, que o meu avô faleceu, no ataque fulminante, não houve tempo para despedidas só ficam as recordações... o meu avô era um homem de trabalho mas tinha um dom de Deus escrevia muitos e bons poemas a agradecer a sua propria vida, apesar de não ser fiel de andar em Igreja teve uma optima educação cristã e lembro-me de todos os domingos lá estava ele a assistir à Eucaristia na tv.
O seu ultimo momento de escrita vou partilhar com vocês hoje foi nos instantes finais antes de ser levado na ambulância... No dia seguinte fomos dar com o seu caderno de escrita nesta página devo dizer que não sabia de nada até à hora do funeral e lembrou-me de que isto foi lido na cerimonia, foi um momento de libertação de dor e alegria uma mistura porque sei que ele está e sentiu o abrigo na dor Nele.

Muito obrigado meu Deus
Por me teres dado já 70 anos de vida e 60 de trabalho,
para sustentar a minha vida.
Meu Deus parece-me que esta na hora de quereres mandar para o céu a minha alma querida.
Meu Deus eu assim cheio de dores não tenho nenhum gosto de viver.
Meu Deus leva-me para o pé de Ti
Não me deixes mais sofrer.
José Julio 06-02-2004

2 comentários:

sa_vi_ral disse...

Andreia, também sei o que é perder um avô e não é facil!

No entanto, temos de nos congratular pelo que eles foram e pelo que nos fizeram ser!

Grande poema!


Beijinhoooooooooooo

janita disse...

1 dia destes ouvi alguém dizer:

PERDI 4 FILHAS CONTUDO, AGARRO-ME AS COISAS BOAS QUE VIVEMOS JUNTOS, AO SORRISO DE CD UMA...ISTO FAZ-ME SEGUIR EM FRENTE!"

é certo k nos kust perder alguem tão perto mas a frase k escrevi anteriormente, é verdade! acredita que a tua avo esta la em cima a zelar por ti e pela tua familia.

10000 beijinhos e abraços fraternos ;)