terça-feira, 28 de fevereiro de 2006

No mesmo Barco


Hoje vou contar-vos uma historia. Esta historia lembram-me o meu pos-convivio, pois foi a primeira fez que a ouvi, mas no entanto cada vez que a leio me faz pensar...
Pensar no que fazer neste barco da vida, pensar no que me esta amarrando a fazer o que o meu coração quer, fazer o que Deus quer para mim...
Leiam e depois comentem onde vos leva este conto, o que os faz pensar...no fim tenho um comentario do conto e uma pequena oração...
Então aqui vai:



No mesmo Barco

Uma noite, dois turistas que se encontravam num acampamento, nas margens de um lago decidiram atravessar o lago numa barca para irem beber a um bar situado na outra margem. Aí ficaram até às tantas.
Quando saíram já meio embriagados, mas ainda conseguiram entrar na barca para a viagem de regresso.
Começaram a remar vigorosamente. A suar muito, esforçaram-se decididos durante duas horas. Finalmente, um disse para o outro:
- Não achas que a estas horas já devíamos ter chegado há muito à outra margem?
- Certamente! Será talvez porque não remámos com a necessária energia.
Os dois duplicaram os esforços e remaram ainda durante uma hora. Só quando o dia nasceu constataram, com surpresa, que estavam no mesmo sítio, tinham-se esquecido desamarrar a robusta corda que atava o barco ao cais.

Comentário

Esta viagem atribulada de barco serve para nos sugerir que todos nós estamos embarcados no mesmo barco. E o que nos estará a impedir de avançar para mais além? Estaremos a fazer progressos? Necessitamos de ir cada dia mais além. E avançar é sermos cada dia mais amigo uns dos outros, mais responsáveis, mais pacíficos.
Temos a certeza de que a nossa viagem terá sucesso, se nos esforçarmos, porque está connosco alguém que nos ama e nos ajuda a avançar: é Jesus. É por isso que no princípio de cada dia, queremos avivar a nossa fé nessa presença amiga e manifestar o nosso desejo de amar cada vez mais. Demos-lhe sempre um lugar no nosso barco.

Oração

Ó divino Espírito Santo,
A Vós, Espírito de verdade,
Consagro a minha inteligência: iluminai-me.
Fazei-me conhecer Jesus Cristo
E compreender o seu Evangelho
E a doutrina da Santa Igreja.
Consagro a minha vontade.
Guiai-me no cumprimento
Dos mandamentos de Deus
E dos meus deveres.
Ámen

5 comentários:

Malucaite disse...

mt bem andreia! tás-lhe a dar forte o teu blog tá cada vex melhor. continua .........
Bjx

Anónimo disse...

inda ñ li mas...pelo k te konheço axo k tá mto bem!!!

Drxtheone disse...

Oi mana, ainda na semana passada não sabias cá entrar e agora já esta assim.
Muito bem grandes progressos, de qualquer maneira um conselho não abuses na cor dos posts faz mal a vista.

Isabela Neves disse...

QUE MALDADE!!!!!!!!!
Depois de tantos comentários lindos ao blog da nossa catequese, descobri que a nossa menina também tinha um, e não deu o endereço a ninguém. Parabéns pela pessoa linda, escondida na cara laroca que conhecemos.

Carlos Mangas disse...

todos estamos no mesmo barco, e temos k nos ajudar mutuamente para k esse barco va a algum lado, mas o mais importante e k temos k viver na luz DEUS, pis sem exa luz acontece o k aconteceu aos dois turistas, nao vamos a lado nenhum.

bjx